segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Raça X Nacionalidade (68)

O programa humorístico “Zorra Total”, da TV Globo, é – antes de qualquer coisa – ruim. Ao longo dos anos, foi perdendo credibilidade com o falecimento ou demissão de bons atores, e cada vez mais diminuindo a versatilidade de suas piadas. Paradoxalmente, permanece com bons níveis de audiência – é dos poucos horários em que a emissora é indisputada como líder no IBOPE – e também de arrecadação – depois da novela das 21h, é uma das cotas mais caras para veiculação de comerciais.

Vamos, então, falar sobre a edição do último 30 de novembro.

Num dos quadros do programa, intitulado “Assistente Social Voluntária”, a personagem Umbelinda – que é rude, usa óculos fundo de garrafa, e aparenta não ter qualquer cuidado com os cabelos – atende um grupo de pedreiros que querem reivindicar melhores condições de trabalho: os trabalhadores estão vestidos de estereótipos: são “feios”, sua dentição é comprometida, vestem-se mal e não possuem domínio da língua portuguesa.

A funcionária pública debocha das reivindicações e, de alguma forma, os orienta a se conformarem com a situação precária em que vivem. De repente, surge um personagem totalmente fora do contexto: ele é mais velho, tem pele mais clara, e... veste a camisa da seleção argentina. Como não poderia deixar de ser, é também bastante arrogante (confira a cena clicando aqui).
O argentino é prepotente; e o negro está em segundo plano.
A um só tempo, pelo menos 5 ofensas são destiladas: aos funcionários públicos (avaliados como preguiçosos e grosseiros), aos empregados da construção civil (tidos por completos ignorantes), aos nordestinos (que são o "pano de fundo" da classe trabalhadora), aos argentinos (além da propalada arrogância, há insinuações sobre 'trabalho ilegal' e a pergunta: "quem é que vai dar emprego pra argentino no Brasil?") e aos negros: sim, vendo o video quase não se percebe, mas há dois afrodescendentes em cena: um em cada canto, ladeando o grupo dos "pedreiros do nordeste".

Talvez não devêssemos levar tão a sério um quadro de um programa de baixa qualidade como o Zorra Total. Mas talvez seja por não levarmos a sério que absurdos como esse permanecem acontecendo.

E o povo ri.

Um comentário:

  1. Zorra total é daqueles programas que merecem boicote total; ninguém deveria assisti-lo. Realmente é o cúmulo saber da popularidade que alcança...

    Foi um verdadeiro show de preconceitos, sendo mais latente o social.

    Ressalte-se a passividade da população diante dessa situação, tendo em vista que não vi sequer mais de 5 pessoas indignadas com esse "quadro humorístico".

    Esse é o nosso país. Quando criticamos, somos "contra a Pátria".

    Lamentável...

    ResponderExcluir