domingo, 1 de maio de 2016

Duetos (102)


Um trecho:

"A morte de Ayrton Senna há 22 anos ajoelhou a Argentina. Tanto quanto o Brasil. Quem lembra daquele domingo garante: Buenos Aires chorou mais sua perda no GP de San Marino que o doping de Maradona na Copa dos EUA 55 dias depois.".




Um comentário:

  1. Reconhecer qualidades no alheio é uma virtude. Linda matéria. Grandeza de um povo, grandeza de vários gênios do esporte.

    ResponderExcluir